Surgiu um imprevisto: crédito rápido é a melhor solução?


Antes de solicitar um crédito rápido é necessário entender quais os prós e os contras desse tipo de empréstimo. As taxas cobradas normalmente são altíssimas, o que pode causar uma dívida ainda maior. A pergunta que não quer calar: compensa fazer um crédito rápido?

Para não precisar fazer nenhum tipo de empréstimo, é imprescindível ter um planejamento financeiro. Ou seja, parte do seu salário deve ser reservado para eventuais imprevistos. Logicamente, na teoria é fácil, o difícil é sobrar dinheiro no final do mês. Mas para conseguir isso, é importante colocar qualquer quantia salvar em uma conta poupança, por exemplo, para que possa ir rendendo (por menor que seja) algum dinheiro.

Vale ressaltar que não adianta utilizar o cheque especial da sua conta corrente para colocar créditos na poupança. A verdade é que os juros cobrados por utilização do cheque especial são bem maiores do que os juros da poupança. Ou seja, a dívida só vai aumentar.

O ponto negativo de fazer empréstimo são as altas taxas e tarifas cobradas pela instituição. Que, por sua vez, quando libera créditos para negativados, ganha uma porcentagem absurda em cima do valor disponibilizado. Ainda mais, se atrasar o pagamento das parcelas desse crédito rápido.

Como conseguir um crédito rápido?

O primeiro passo para obter o crédito rápido é utilizar um site de buscas e pesquisar qual instituição ou banco oferece as melhores condições. Normalmente, para fechar negócio, pode ser via telefone, internet (online) ou até mesmo presencial nos postos de atendimento.

Se optar pelo atendimento presencial, o contratante do crédito rápido pode ir até as agências bancárias ou instituição financeira, solicitar o empréstimo, a instituição fará um breve levantamento sobre o perfil do correntista e em pouco tempo, o valor solicitado entrará como créditos na conta corrente do solicitante.

Outro ponto importante é verificar no extrato de sua conta bancária (caso o crédito rápido seja feito através de um banco) se aparece um “limite pré-aprovado”. Esse, por sua vez, deve ter uma taxa menor do que se a solicitação partir do contratante.

Afinal, o que é o crédito rápido?

O crédito rápido é uma forma de empréstimo imediato. Ou seja, o valor desses créditos deve ser liberado em conta corrente no mesmo dia ou ser pago na hora, em espécie ou por meio de cheque.

Essa opção de empréstimo é solicitada, normalmente, por pessoas que têm familiares com problemas de saúde, concerto de carro, contas essenciais atrasadas (energia, água, etc.), dívida moral com algum credor, ou qualquer outra possibilidade de imprevistos.

Como quitar o crédito?

O crédito rápido passa a ser mais uma conta a pagar. A quantidade de parcelas vai depender do que foi solicitado no ato do contrato. Na maioria das vezes, a instituição envia boletos bancários ou debitado automaticamente em uma conta corrente previamente determinada. As parcelas já vêm com os juros, taxas e tarifas inclusos.

Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe nossos outros conteúdos e fique sempre bem informado. Para encontrar outros temas interessantes para você, assine nossa newsletter e fique sempre por dentro de nossas novidades. Não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais com seus amigos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post